20150526180039214468a

VITÓRIA DOS TRABALHADORES 17×0...

CONSELHO ESPECIAL DO TJDFT REJEITA ADI CONTRA AUMENTO DE SERVIDORES DO DF http://www.tjdft.jus.br/institucional/imprensa/noticias/2015/maio/conselh...

promoção funcional

ATENÇÃO ACS DE 2011 – CONFIRA...

dodf dia 30.04.2015 Seção02- 083.pdf. Promoção Funcional dos ACS de 2011 O DIRETOR DE ADMINISTRAÇÃO DE PROFISSIONAIS E ACOMPANHAMENTO DO CADASTRO D...

brasilia vai parar

VIGÍLIA E PARALISAÇÃO DE 24 HORAS !...

O  julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN), movida pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) contra as l...

1508519_385596221626387_7492081749456939411_n

ASSEMBLEIA APROVA PARALISAÇÃO

Em assembléia realizada nesta terça-feira, 12 de Maio, no Auditório da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – Secção Distrito Federal –...

VITÓRIA DOS TRABALHADORES 17×0! AUMENTO GARANTIDO! PARABÉNS A TODOS OS AVAS E ACS

CONSELHO ESPECIAL DO TJDFT REJEITA ADI CONTRA AUMENTO DE SERVIDORES DO DF

O Conselho Especial decidiu por não admitir a Ação Direta de Inconstitucionalidade – ADI proposta pelo MPDFT em face de 32 leis distritais que concederam reajustes a servidores públicos de diversas carreiras do Distrito Federal, no segundo semestre de 2013, por inadequação da via eleita. Os desembargadores seguiram o mesmo entendimento do Supremo Tribunal Federal – STF de que a ausência de dotação orçamentária prévia em legislação específica não autoriza a declaração de inconstitucionalidade da lei, impedindo tão somente a sua aplicação naquele exercício financeiro. O Conselho não entrou no mérito da questão. A decisão foi unânime.

O MPDFT pediu o reconhecimento da inconstitucionalidade da concessão de reajustes e vantagens remuneratórias concedidas pelas leis por entender ausente a previsão de dotação orçamentária e de autorização na LDO de 2014 e de 2015. O MPDFT também falou da “grave crise financeira e orçamentária vivenciada pelo DF.” Quanto aos efeitos da inconstitucionalidade, pediu a moderação de seus efeitos para garantir as parcelas de reajuste já pagas aos servidores.

O Governador do DF por meio da Procuradoria do DF se manifestou pela improcedência da ação. Afirmou que nenhuma das partes envolvidas contribuiu para o problema, mas que a situação das finanças públicas do DF vem enfrentando desafios herdados da gestão passada, que deixou a questão dos reajustes em aberto. Destacou que o problema não é apenas do DF, mas está presente em diversas unidades da Federação, como reflexo principalmente das reeleições.

Diversos sindicatos e associações das categorias também fizeram sustentação oral no julgamento, todos defendendo a inadmissibilidade da ADI. A procuradora da CLDF alegou que o MPDFT cometeu um equívoco, pois a LDO de 2013 autorizou, sim, as melhorias salariais. A advogada que representou o SINDSAUDE e SINPEN disse que estas leis são fruto de árdua luta após diversas reuniões, apresentação de planilhas e contrapropostas até se chegar a um consenso. O advogado do SINPRO destacou que o DF tem saldo positivo de R$ 475 milhões para despesa com pessoal.

Em seu voto, o desembargador relator decidiu pelo não conhecimento da ação, que não seria a via adequada para a questão. Segundo afirmou,  “a ausência de dotação orçamentária prévia em legislação específica gera somente ineficácia naquele exercício financeiro, conforme já decidido pelo STF, mas não autoriza a declaração de inconstitucionalidade da lei”. Além disso, o caso não se encaixaria também nas exceções previstas pelo legislador como, por exemplo, violação ao interesse público, pois “o reajuste é um direito, uma garantia a toda categoria de servidores públicos, assegurado pela Constituição Federal, logo sua concessão não viola interesse público, pelo contrário. ”

Na sequencia, votaram os demais desembargadores do Conselho Especial, inclusive o Presidente do TJDFT, totalizando 17 votos. À unanimidade, o Conselho decidiu pela inadmissão da ADI,  sem julgamento do mérito. Apenas um julgador decidiu ir além e votou, também, pela improcedência do pedido ministerial, por considerar que as leis questionadas não ferem o art. 157 da LODF.

Processo: 2015002005517-6

http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2015/05/26/interna_cidadesdf,484570/por-xxx-votos-a-xxx-reajuste-dos-servidores-e-mantido-para-32-categor.shtml

20150526180039214468a

ATENÇÃO ACS DE 2011 – CONFIRA ABAIXO A SUA PROMOÇÃO FUNCIONAL, QUEM NÃO ATINGIU A PONTUAÇÃO MÍNIMA DE 60 PONTOS E TIVER INTERESSE INTERPOR RECURSO TEM ATÉ DIA 30/05/2015.

dodf dia 30.04.2015 Seção02- 083.pdf. Promoção Funcional dos ACS de 2011

O DIRETOR DE ADMINISTRAÇÃO DE PROFISSIONAIS E ACOMPANHAMENTO DO CADASTRO DA FOLHA DE PAGAMENTO DA SUBSECRETARIA DE GESTÃO DO TRABALHO E DA EDUCAÇÃO EM SAÚDE DA SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE DO DISTRITO FEDERAL, no uso das atribuições regimentais e considerando o disposto no artigo 3º da Portaria nº. 61 de 30 de março de 2009, RESOLVE: TORNAR OFICIAL o resulta- do da PROMOÇÃO FUNCIONAL dos servidores da carreira Vigilância Ambiental e Atenção Comunitária a Saúde de acordo com o resultado obtido na Avaliação de Mérito de que trata o artigo 5º do Decreto nº. 14.647, de 25 de março de 1993 e Portarias nº s 1 e 2/95-SEA/GDF, de 05 de agosto de 1995, observando-se a ordem das informações: matrícula, nome, classe padrão atual, pontos obtidos (avaliação de mérito, currículo padrão, pontuação total) e situação proposta, agrupados por lotação e cargo, conforme consta no processo nº. 060.004.031/2015. Os efeitos financeiros decorrentes da aplicação deste ato serão concedidos a partir de 1º de julho de 2015. Será concedida Promoção Funcional somente para aqueles que atingirem pontuação mínima exigida pelo Decreto 14.647/93 e que no anexo aparecerem com a mudança de classe e padrão no campo situação proposta. Não serão promovidos aqueles que no anexo aparecem com asterisco na situação proposta. Aos servidores concorrentes que não concordarem com o resultado, será concedido 30 (trinta) dias a contar da publicação desta, para recorrerem junto a Subcomissão de Avaliação de Desempenho e Promoção Funcional da Unidade na qual é lotado, o recurso deverá ser acompanhados de provas julgadas necessárias.

NPCR – 049200175–AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE – 1.434.867-5, CIRO ANDRADE BONFIM, 3ª V, 10.00, 50.00, 60.00, 2ª I.

CGS-ASA NORTE – 049200175–AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE – 1.434.926-4, VANDERSON FRANCELINO DA SILVA, 3ª V, 30.00, 40.00, 70.00, 2ª I; 1.434.979-5, ANDRE ROLIM DA COSTA, 3ª V, 30.00, 40.00, 70.00, 2ª I.

CGS-BRAZLÂNDIA – 049200175– AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE – 1.434.858-6, TALLES GONCALVES PEREIRA DA SILVA, 3ª V, 16.00, 50.00, 66.00, 2ª I; 1.434.860-8, MIRIAN DO NASCIMENTO NOGUEIRA, 3ª V, 30.00, 40.00, 70.00, 2ª I; 1.434.885-3, JOZILEIA MARIA DE OLIVEIRA CARVALHO, 3ª V, 27.00, 40.00, 67.00, 2ª I; 1.434.891-8, RENATA PRIMO CARDOSO, 3ª V, 21.00, 40.00, 61.00, 2ª I; 1.434.895-0, MARIA IVANI VAZ NAS- CIMENTO, 3ª V, 30.00, 50.00, 80.00, 2ª I; 1.434.898-5, GABRIELA LOPES DA SILVA, 3ª V, 25.00, 50.00, 75.00, 2ª I; 1.434.900-0, JAQUELINE DE PAULA FREITAS DA SILVA, 3ª V, 24.00, 40.00, 64.00, 2ª I; 1.434.911-6, RAILTON XAVIER DE JESUS, 3ª V, 21.00, 40.00, 61.00, 2ª I; 1.434.938-8, MARIA JOSE DA SILVA, 3ª V, 18.00, 50.00, 68.00, 2ª I; 1.434.941-8, JOSI- VAN ALVES DA ROCHA, 3ª V, 22.00, 50.00, 72.00, 2ª I; 1.434.957-4, LEOMAR OLIVEIRA BORGES, 3ª V, 12.00, 50.00, 62.00, 2ª I, 1.434.960-4, JOSE MAURICIO ALVES ROSA, 3ª V, 16.00, 50.00, 66.00, 2ª I; 1.434.978-7, RICARDO PEREIRA DA SILVA 3ª V, 22.00, 40.00, 62.00, 2ª I; 1.435.003-3, HELEN CRISTIANE DE SOUZA CERQUEIRA 3ª V, 21.00, 40.00, 61.00, 2ª I, 1.435.009-2, DORIEDISON RODRIGUES PEREIRA, 3ª V,  30.00, 50.00, 80.00, 2ª I;  1.435.010-6, PAULO DE TARSO BESERRA MIRANDA  3ª V, 30.00, 30.00, 60.00, 2ª I;  1.435.023-8, ROSANA GOMES DE ALMEIDA SILVA, 3ª V, 18.00, 50.00, 68.00, 2ª I.

 CGS-CEILÂNDIA – 049200175 – AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE – 183.407-X, LUCIO BEZERRA DE SOUSA, 3ª V, 20.00, 40.00, 60.00, 2ª I; 1.434.849-7, ELIANE FERREIRA PIRES, 3ª V, 20.00, 50.00, 70.00, 2ª I; *1.434.853-5, SILVANA NUNES VIANNA RODRIGUES, 3ª V, 00.00, 40.00, 40.00,…; 1.434.862-4, ELISANDRA DA SILVA MACIEL, 3ª V, 20.00, 40.00, 60.00, 2ª I, 1.434.870-5, NILZA SILVA SOUSA, 3ª V, 20.00, 50.00, 70.00, 2ª I; 1.434.876-4, CARINA BARBOSA DOS SANTOS, 3ª V, 20.00, 40.00, 60.00, 2ª I; 1.434.877-2, WILLESON CASTRO COSMO, 3ª V,  30.00, 40.00, 70.00, 2ª I; *1.434.882-9, ALEX PEREIRA DE SOUSA 3ª V, 00.00, 40.00, 40.00, …,…; 1.434.883-7, LEONARDO BATISTA PADRE  3ª V, 20.00, 40.00, 60.00, 2ª I; *1.434.886-1, EGRIMAR TELMA DE SOUZA BARBOSA, 3ª V, 00.00, 50.00, 50.00…,…; 1.434.888-8, MAYRA GABRIELLE BRANDAO ABRANTES 3ª V, 20.00, 50.00, 70.00, 2ª I; 1.434.889-6, WALTER GOMES DA SILVA FILHO 3ª V,10.00, 50.00, 60.00, 2ª I; *1.434.893-4, AROLDO ALENCAR DE ARAUJO, 3ª V, 00.00, 50.00, 50.00,…,…; *1.434.894- 2, ROSANA DOS SANTOS GOMES, 3ª V, 00.00, 50.00, 50.00,…,…;1.434.899-3, EDILVAN PEREIRA DOS SANTOS, 3ª V, 20.00, 50.00, 70.00, 2ª I; 1.434.902-7, FLAVIO FRANCINO MASSARANDUBA, 3ª V, 30.00, 50.00, 80.00, 2ª I; 1.434.906-X, ANA MARIA DOS SANTOS SOUSA, 3ª V, 20.00, 40.00, 60.00, 2ª I; *1.434.922-1, FRANCISCO N. GONCALVES PEREI- RA, 3ª V,00.00, 50.00, 50.00, …,…. 1.434.925-6, IVANA MARIA SALES MACIEL, 3ª V, 20.00, 40.00, 60.00, 2ª I, 1.434.936-1, RAQUEL FERREIRA COSTA, 3ª V, 20.00, 40.00, 60.00, 2ª I, 1.434.937-X, RENATO SANT’ANNA DA ROCHA, 3ª V, 20.00, 50.00, 70.00, 2ª I; 1.434.944-2, GEILSON MEIRELES SOUZA, 3ª V, 20.00, 40.00, 60.00, 2ª I; *1.434.950-7, ROBERVAL DO NASCIMENTO BARBOSA, 3ª V, 00.00, 40.00, 40.00,…,….; 1.434.951-5, PEDRO ALVES DE SOUZA, 3ª V, 40.00, 25.00, 65.00, 2ª I; *1.434.952-3, FRANCISCA GORETE DA SILVA, 3ª V, 00.00, 40.00, 40.00,..,…; 1.434.954-X, TIAGO MOREIRA DA SILVA 3ª V, 20.00, 40.00, 60.00, 2ª I; 1.434.955-8, HAYANE SARAIVA DE ARAUJO, 3ª V, 30.00, 40.00, 70.00, 2ª I; 1.434.956- 6, MARCELO CORREIA DA SILVA TORRES, 3ª V, 20.00, 50.00, 70.00, 2ª I, 1.434.967-1, ADRIANA GOMES DE CARVALHO, 3ª V, 20.00, 50.00, 70.00, 2ª I; 1.434.985-X, ANTONIO DOS SANTOS 3ª V, 10.00, 50.00, 60.00, 2ª I; 1.435.008-4, MARCOS ANDRE SOUSA PASSOS, 3ª V, 20.00, 50.00, 70.00, 2ª I; 1.435.015-7, RUBENS DE MORAES REIS, 3ª V, 20.00, 50.00, 70.00, 2ª I; *1.435.324-5, DORALICE DE ABREU E SILVA, 3ª V, 00.00, 50.00, 50.00, …,….

CGS-CNBRFPW – 049200175– AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE – 1.434.851-9, LEIANA SOARES SILVA, 3ª V, 10.00, 50.00, 60,00, 2ª I; 1.434.855-1, MARIA DE F. V. DE L. DE ANDRA- DE, 3ª V, 10.00, 50.00, 60.00, 2ª I, 1.434.859-4, FLAVIANA DE SOUSA VIANA PEREIRA, 3ª V, 20.00, 40.00, 60.00, 2ª I; 1.434.868-3, OLGANUBIA SANTOS OLIVEIRA, 3ª V, 10.00, 50.00, 60.00, 2ª I; 1.434.872-1, RENATA LOPES DE CARVALHO MORAES, 3ª V, 10.00, 50.00, 60.00, 2ª I; 1.434.878-0, ADAIRTON DOS REIS FERREIRA, 3ª V,  20.00, 40.00, 60.00, 2ª I; 1.434.880-2, NEUZA MARIA PEREIRA DE ALMEIDA, 3ª V, 10.00, 50.00, 60.00, 2ª I; 1.434.919-1, ALES- SANDRA A. VIANA DE OLIVEIRA, 3ª V, 10.00, 50.00, 60.00, 2ª I; 1.434.942-6, ALTEREDO ALCANTRA DE DEUS FILHO, 3ª V, 10.00, 50.00, 60.00, 2ª I;  1.434.947-7, MACLEINE ALVES CATUNDA, 3ª V, 20.00, 40.00, 60.00, 2º I; 1.434.959-0, VANUZIA DOS SANTOS DE SOUSA, 3ª V, 10.00, 50.00, 60.00, 2ª I; 1.434.963-9, DEBORAH FELIX DA SILVA, 3ª V, 10.00, 50.00, 60.00, 2ª I; 1.434.966-3, MARILENE SANTOS, 3ª V, 20.00, 40.00, 60.00, 2ª I; 1.434.969-8, MARIA MARLENE DOS SANTOS, 3ª V, 10.00, 50.00, 60.00, 2ª I; 1.434.980-9, DAMIAO LOPES DA SILVA, 3ª V, 20.00, 40.00, 60.00, 2ª I; 1.434.986-8, ROBERTO RIBEIRO DOS SANTOS, 3ª V, 20.00, 40.00, 60.00, 2ª I; 1.434.988-4, CRISTIANE DA SILVA TELES COUTINHO, 3ª V, 20.00, 40.00, 60.00, 2ª I; 1.434.995-7, CLAYTON PEREIRA DA SILVA, 3ª V, 10.00, 50.00, 60.00, 2ª I; 1.435.014-9, ADDAN D. L. H. F. SANTOS SALES, 3ª V, 20.00, 40.00, 60.00, 2ª I; 1.435.043-2, LEILA ALVES DE MIRANDA, 3ª V, 20.00, 40.00, 60.00, 2ª I, 1.435.053-X, GISELLE FERREIRA DE MATOS, 3ª V, 20.00, 40.00, 60,00, 2ª I. CGS-GUARÁ – 049200174– AGENTE DE VIGILANCIA AMBIENTAL – 156.302-5, THIAGO DE SOUZA CASSIM, 2ª V, 20.00, 50.00, 70.00, 1ª I.

CGS-PARANOA – 049200175– AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE – 1.434.846-2, ALESSANDRA PEREIRA DOS SANTOS, 3ª V, 30.00, 50.00, 80.00, 2ª I; 1.434.856-X, ILDA FERREIRA MAFRA, 3ª V, 22.00, 50.00, 72.00, 2ª I, 1.434.863-2, ALESANDRA CANDIDO DA SILVA, 3ª V, 28.00, 40.00, 68.00, 2ª I; 1.434.864-0, WESLEY DA SILVA SANTOS, 3ª V, 23.00, 40.00, 63.00, 2ª I; 1.434.879-9, ANDREIA G. DE MIRANDA DA SILVA, 3ª V, 20.00, 40.00, 60.00, 2ª I; *1.434.897-7, EUDE APARECIDA OLIVEIRA FERREIRA, 3ª V, 08.00, 40.00, 48.00,...; 1.434.901-9, WILLIAN DE OLIVEIRA, 3ª V, 20.00, 40.00, 60.00, 2ª I; 1.434.921-3, JOELMA C. MEDEIROS DA CONCEICAO, 3ª V, 30.00, 50.00, 80.00, 2ª I,  1.435.000-9, EDIRLENE DA S. SANTOS FERNANDES, 3ª V, 28.00, 40.00, 68.00, 2ª I;  1.435.007-6, CIBELE DA SILVA OLIVEIRA, 3ª V, 30.00, 30.00, 60.00, 2ª I;  1.435.047-5, ROSANGELA DA T. MONTEIRO MAIA, 3ª V, 30.00, 40.00, 70.00, 2ª I;  1.435.050-5, ACACIO ROMARIO NUNES LEITE, 3ª V, 30.00, 30.00, 60.00, 2ª I,   1.435.977-4, ARMANDO FERREIRA CUSTODIO,  3ª V, 30.00, 30.00, 60.00, 2ª I, 1.436.104-3, NUBIA MARIA ARAUJO,  3ª V, 10.00, 50.00, 60.00, 2ª I;  1.436.469-7, MANOEL RAIMUNDO SILVA DE MORAIS, 3ª V, 30.00, 50.00, 80.00, 2ª I.

CGS-PLANALTINA – 049200175 – AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE – 1.434.854-3, ROBSON CORREIA DOS SANTOS, 3ª V, 30.00, 50.00, 80.00, 2ª I; 1.434.890-X, MARIA LUIZA BORGES MELO, 3ª V, 30.00, 50.00, 80.00, 2ª I; 1.434.943-4, BRUNO VANDERSON DA SILVA XAVIER, 3ª V, 30.00, 50.00, 80.00, 2ª I; 1.434.945-0, EDER COELHO DE OLIVEI- RA, 3ª V, 18.00, 50.00, 68.00, 2ª I; *1.434.953-1, MARCELO DOS SANTOS SOARES, 3ª V, 00.00, 50.00, 50.00,…; 1.434.958-2, VALERIA F. DO NASCIMENTO RIBEIRO, 3ª V, 30.00, 50.00, 80.00, 2ª I; 1.434.961-2, SUYA MAIA DE SÁ, 3ª V, 30.00, 50.00, 80.00, 2ª I; 1.434.964- 7, THEREZINHA D’ASSUMPCAO, 3ª V, 21.00, 50.00, 71.00, 2ª I; 1.434.981-7, LUCINEIDE DA SILVA, 3ª V, 25.00, 50.00, 75.00, 2ª I; 1.434.983-3, ANDREIA SOUZA DOS SANTOS, 3ª V, 21.00, 50.00, 71.00, 2ª I; 1.434.989-2, MARGARENI SAMPAIO DA COSTA, 3ª V, 21.00, 50.00, 71.00, 2ª I; *1.434.996-5, ELIEL PINHEIRO DE SOUZA, 3ª V, 00.00, 50.00, 50.00,…; 1.435.004-1, LOURENNA SANTOS COSTA, 3ª V, 30.00,50.00, 80.00, 2ª I;* 1.435.068-8, MARCIO DA SILVA RODRIGUES, 3ª V, 00.00, 50.00, 50.00,….

CGS-RECANTO DAS EMAS – 049200175 – AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE – 166.587-1, WALDILENE FERNANDES DO NASCIMENTO, 2ª V, 32.00, 40.00, 72.00, 1ª I; 1.434.852-7, FRANCISCO DE SOUSA SILVA, 3ª V, 31.00, 40.00, 71.00, 2ª I; 1.434.871-3, MARIA DE FATIMA SILVA ALVES, 3ª V, 30.00, 40.00, 70.00, 2ª I; 1.434.913-2, LUCILENE DOS SANTOS SOARES, 3ª V, 30.00, 40.00, 70.00, 2ª I, 1.434.939-6, THIAGO ALVES DE FREITAS, 3ª V, 26.00, 40.00, 76.00, 2ª I.

CGS-SAMAMBAIA – 049200175 – AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE –  1.434.850-0, JAMIL AZEVEDO LOPES, 3ª V, 24.00, 40.00, 64.00, 2ª I; 1.434.857-8, DAGNA PEREIRA DE ARAUJO SILVA, 3ª V, 18.00, 50.00, 68.00, 2ª I; 1.434.865-9, MARIANE B. ALVIM DE OLIVEIRA, 3ª V, 21.00, 50.00, 71.00, 2ª I, 1.434.873-X, GABRIELE ARARUNA FALCAO, 3ª V, 12.00, 50.00, 62.00, 2ª I; 1.434.892-6, EDSON ALVES DA PAIXÃO, 3ª V, 12.00, 50.00, 62.00, 2ª I, 1.434.904-3, ALMI FERNANDES DE SALES 3ª V, 18.00, 50.00, 68.00, 2ª I, 1.434.909-4, EDNA ALBERTO DE SOUZA LIMA 3ª V, 30.00, 40.00, 70.00, 2ª I, 1.434.910- 8, CINTIA DA SILVA GUSMAO DE BARROS, 3ª V, 25.00, 40.00, 65.00, 2ª I, 1.434.912-4, GENESINA ALVES NETA 3ª V, 18.00, 50.00, 68.00, 2ª I, 1.434.916-7, LUCIANA MELO DOROTEU RODRIGUES, 3ª V, 21.00, 50.00, 71.00, 2ª I; 1.434.917-5, ELIANE VASCON- CELOS DOS SANTOS, 3ª V, 12.00, 50.00, 62.00, 2ª I; 1.434.918-3, FRANCISCO EBERVAL ALMEIDA DE SOUSA, 3ª V, 18.00, 50.00, 68.00, 2ª I; 1.434.923-X, FABIANA DE LIMA MENDES, 3ª V, 17.00, 50.00, 67.00, 2ª I, 1.434.924-8, OSTON JOSE DE SOUZA 3ª V, 30.00, 30.00, 60.00, 2ª I; 1.434.940-X, JUNIO SANTANA DE OLIVEIRA, 3ª V, 21.00, 50.00, 71.00, 2ª I; 1.434.948-5, RICARDO SANDRI, 3ª V, 23.00, 40.00, 63.00, 2ª I; 1.434.847-0, MARIA A. RIBEIRO DA CRUZ SOUSA  3ª V, 18.00, 50.00, 68.00, 2ª I; 1.434.968-X, TATIANA ALVES DE OLIVEIRA, 3ª V, 24.00, 50.00, 74.00, 2ª I; 1.434.977-9, TERESA CRISTINA CARVALHO CURVINA  3ª V 23.00, 50.00, 73.00, 2ª I; 1.434.991-4, NELSON GONCALVES DE SOUZA 3ª V, 21.00, 40.00, 61.00, 2ª I;  1.434.998-1, IVONEIDE XAVIER DE SOUSA, 3ª V, 21.00, 40.00, 61.00, 2ª I; 1.435.001-7, CARLOS ALBERTO NEVES PEREIRA, 3ª V, 24.00, 50.00, 74.00, 2ª I; 1.435.005-X, EDUARDO BORGES TEIXEIRA, 3ª V, 21.00, 50.00, 71.00, 2ª I; 1.435.011-4, RAFAEL ERICK AUGUSTO, 3ª V, 18.00, 50.00, 68.00, 2ª I.

CGS-SOBRADINHO – 049200175 – AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE –1.434.848- 9, ELEN CARLA SIMOES MACEDO, 3ª V, 18.00, 50.00, 68.00, 2ª I;  1.434.866-7, ELIA- NA MARUNO JUSTINO, MACEDO, 3ª V, 32.00, 50.00, 82.00, 2ª I; 1.434.907-8, TAIS BARBOSA, 3ª V, 40.00, 40.00, 80.00, 2ª I; 1.434.915-9, FABRICIO SOUSA BARBOSA, 3ª V, 25.00; 50.00; 75.00, 2ª I; 1.434.920-5, IDAIANO IURI MARQUES DOS SANTOS, 3ª V, 18.00, 50.00, 68.00, 2ª I; 1.434.949-3, MARCELO GOMES DA SILVA, 3ª V, 18.00, 50.00, 68.00, 2ª I, 1.434.965-5, RODRIGO BARBOSA DE CARVALHO, 3ª V, 18.00, 50.00, 68.00, 2ª I; 1.434.973-6, RAIANE RIBEIRO PORTO, 3ª V, 26.00, 50.00, 76.00, 2ª I, 1.434.984-1, MARIZETE SOARES DE OLIVEIRA, 3ª V, 21.00, 50.00, 71.00, 2ª I; 1.434.994-9, HELENA DE SOUSA, 3ª V, 24.00, 50.00, 74.00, 2ª I, 1.435.006-8, FERNAN- DO CAVALCANTE MOURA, 3ª V, 30.00, 50.00, 80.00, 2ª I; 1.435.337-7, EDVALDO MOREIRA DOS SANTOS, 3ª V,15.00, 50.00, 65.00, 2ª I; 1.435.975-8, TEOFILO JOSE ACIOLI DA SILVA, 3ª V, 21.00; 50.00, 71.00, 2ª I. CGS-TAGUATINA – 049200175 – AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE – 156.067-0, ELAINE NOBRE DE ASSIS REHFELD, 2ª V, 30.00, 40.00, 70.00, 1ª I.

SÉRGIO DE SOUZA MARQUES

promoção funcional

VIGÍLIA E PARALISAÇÃO DE 24 HORAS !

brasilia vai parar

O  julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN), movida pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) contra as leis que concederam reajustes e reformularam 33 carreiras dos servidores do DF em 2013. O julgamento ocorrerá na terça-feira, dia 26. Os servidores de TODAS as categorias vão cruzar os braços para acompanhar o julgamento na Praça do Buriti.

O Sindicato dos Agentes de Vigilância Ambiental em Saúde e Agentes Comunitários de Saúde do Distrito Federal (SINDIVACS-DF), junto aos demais sindicatos participantes do Movimento Sindical em Defesa do Serviço Público do DF, ingressou na ação na qualidade de amicus curiae, uma vez que são considerados, juridicamente, terceiras partes interessadas no assunto.

“Fizemos um grande trabalho de sensibilização que envolveu magistrados, deputados distritais, governo e o próprio Ministério Público. Mas isso não quer dizer que um resultado favorável é garantido. Se não nos mobilizarmos, podemos ter perdas irreparáveis.

# BRASÍLIAVAIPARAR